[ editar artigo]

Enriquecimento ambiental temático e conservação

Enriquecimento ambiental temático e conservação

Enriquecimento ambiental temático e conservação - gerando conexões com a fauna silvestre.

São comuns, em zoológicos e aquários no mundo todo, atividades de enriquecimento ambiental especiais em datas comemorativas como Páscoa, Halloween, Natal.

Mas, afinal, qual é o propósito destas ações e como podem estar relacionadas à conservação?

Primeiramente, é importante relembrar que práticas de enriquecimento ambiental têm por objetivo estimular habilidades e comportamentos naturais, característicos de cada espécie e indivíduo atendido.

Nas datas comemorativas não é diferente, os itens são preparados para gerar experiências positivas para os animais, ao mesmo tempo em que provocam conexões com aspectos culturais familiares às pessoas.

Essa convergência torna-se uma porta de entrada para o trabalho de conservação.

Muitas vezes, pensar em fauna silvestre pode parecer algo distante e, mesmo que se tenha acesso a informação, mesmo que se tenha conhecimento, mudanças de atitude em prol da sustentabilidade e proteção dessa fauna não acontecem, ainda falta alguma coisa.

Um dos importantes papéis de empreendimentos que atuam com a vida selvagem é promover o encontro entre ela e o público visitante. Que este encontro seja positivo para ambas as partes e revele que todas as espécies coabitantes do planeta têm muito em comum, embora componham uma espantosa diversidade biológica.

Atividades de enriquecimento ambiental têm esse potencial à medida que permitem a demonstração de curiosidade, habilidades de manipulação, força, sentidos apurados, gostos e preferências dos animais. Vê-los interagindo com itens que para nós, humanos, têm significação emocional gera empatia.

Então, está dado um passo importante rumo à tomada de atitude.

É indispensável compreender que é apenas um dos passos. Conservação é feita de muito mais do que presentes e momentos de admiração. É feita de trabalho conjunto entre profissionais in situ, ex situ, atuação em Genética, Ecologia, Bem-estar, Educação, Comunicação, entre outras áreas. Este ponto sobre o qual falamos hoje é um dos que compõem essa rede.

Para concluir sua conexão com outros pontos e efetivamente contribuir para a conservação, é preciso ir além da cena natalina. É preciso perceber que o animal que vemos, com algumas de suas habilidades demonstradas durante a atividade de enriquecimento, é parte de uma espécie e, tanto quanto a nossa, tem direito de prosperar na Terra, merece respeito e condições dignas de vida, seja sob cuidados humanos ou nos ambientes naturais.

Veja alguns dos animais do BioParque do Rio interagindo com as atividades de enriquecimento ambiental natalino que receberam em dezembro de 2020:

Macaco-aranha-de-cara-vermelha (Ateles paniscus).

Arara-canindé (Ara ararauna).

Urso-de-óculos (Tremarctos ornatus).

Arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus).

Onça-pintada (Panthera onca).

Mandril (Mandrillus sphinx).

Elefante-asiático (Elephas maximus).

Gralha-cancã (Cyanocorax cyanopogon).

________

Faça parte da Academia da Conservação e fique por dentro de conteúdos de qualidade sobre conservação e sustentabilidade, inscreva-se e participe com suas próprias publicações. Veja aqui algumas dicas que separamos pra você!

A Academia da Conservação é um espaço colaborativo e democrático, possuímos como principais objetivos conectarcomunicar e engajar pessoas em prol da conservação da biodiversidade. Conheça nosso time de embaixadores e curadores.

Entre no canal da Academia no Telegram e tenha acesso a notícias, novidades, promoções em primeira mão:

 

Academia da Conservação
Ler conteúdo completo
Indicados para você