[ editar artigo]

Dia do Bicho-Preguiça

Dia do Bicho-Preguiça

Dia 16 de outubro foi comemorado o Dia do Bicho-Preguiça, essa data é celebrada todo terceiro sábado do mês. Surgiu em 2010 durante o I Encontro Internacional sobre o Bem-estar e Conservação das Preguiças na Colômbia por ação da Fundação AIUNAU.

A iniciativa nasceu da necessidade da conservação das preguiças, alertando sobre os problemas que esse animal sofre. Tem por objetivo levar o conhecimento desses bichos conscientizando e sensibilizando a população.

Foto: Bicho-Preguiça - AdobeStock

Elas desempenham um papel fundamental nas florestas tropicais, são animais pastadores o que auxilia no ciclo de nutriente e no fluxo de energia, sendo também importante na cadeia alimentar de grandes predadores. 

Esses animais sofrem com constantes degradação e fragmentação de seu habitat, devido a queimadas e desmatamento. Isso causa as preguiças a ficarem vulneráveis a grandes ameaças como atropelamentos, morte por cabos de energia além do trafico e caça ilegal.

Na última década, a população da preguiça pigmeu diminuiu 80%. Existem menos de 100 preguiças pigmeus. Isso os torna um dos mamíferos mais ameaçados do mundo. Devido à redução do habitat, prevê-se que as preguiças pigmeus sejam extintas em 2022.

Foto: Bicho-Preguiça - AdobeStock

A preguiça é um mamífero nativo da América Central até a América do Sul. As espécies são divididas em dois gêneros, que se diferenciam pela quantidade de dedos, os Choloepus apresentam dois dedos em cada mão, e espécies do gênero Bradypus apresentam três dedos em cada mão.

Atualmente são conhecidas seis espécies: a preguiça-comum (Bradypus variegatus), preguiça-de-coleira (Bradypus torquatus), preguiça-bentinho (Bradypus tridactylus), preguiça-anã-de-três-dedos (Bradypus pygmaeus), preguiça-de-hoffmann (Choloepus hoffmanni) e preguiça-real (Choloepus didactylus). Apenas a preguiça-anã-de-três-dedos não se encontra no Brasil. 

Medidas como reflorestamento, criação de corredores ecológicos, educação ambiental e maior fiscalização ajudam na conservação das preguiças e preservação dos ecossistemas

 

Referências

Aiunau: Día Internacional del Perezoso

Prefeitura de Petrópolis: Bicho Preguiça

Sloth Conservation: Celebrating International Sloth Day 

Montgomery G.G., Sunquist M.E. (1975) Impact of Sloths on Neotropical Forest Energy Flow and Nutrient Cycling. https://doi.org/10.1007/978-3-642-88533-4_7  
 


Participe com suas próprias publicações na Academia da Conservação. Veja aqui algumas dicas que separamos pra você!

Este é um espaço colaborativo e democrático, focado em conectar, comunicar e engajar pessoas em prol da conservação da biodiversidade. Conheça nosso time de embaixadores e curadores.

Academia da Conservação
Ler conteúdo completo
Indicados para você